Tuesday, December 7A força da nossa voz!

Gestão é condenada e tem que regularizar salário de servidoras

Após ação judicial e muita luta por parte do Sindicato dos Servidores Públicos Municipais de Várzea Alegre – SSPMVA, a Prefeitura terá que regularizar a situação de 17 servidoras no tocante ao salário maternidade.

A briga judicial que terminou com a ação transitada em julgado, diz respeito às servidoras que ganham menos de um salário mínimo. O município é obrigado a pagar, a título de salário maternidade, o mínimo legal.

O presidente do SSPMVA, Erialdo Abrahão, comemorou a vitória em suas redes sociais neste sábado, 21. Citando Ruy Barbosa, Erialdo comentou:

“Quem não luta pelos seus direitos não é digno deles.” “A justiça pode irritar-se porque é precária. A verdade não se impacienta, porque é eterna.”… Nós, o Sindicato dos Servidores Municipais, temos todo direito de (re)lembrar Rui Barbosa. Com as BÊNÇÃOS DE DEUS, fomos informados pela Assessoria Jurídica (Dr. Fridtjof Alves) que será creditado na conta de 17 servidoras municipais diferença de salário maternidade, fruto de Ação Judicial.

Erialdo Abrahão, presidente do SSPMVA, em sua rede social Facebook

A vitória das trabalhadoras vem em meio à polêmica mudança de regime dos servidores públicos, que já foi votada em primeira sessão, e será conclusa nesta quarta, 25, na Sessão da Câmara de Vereadores.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *