Wednesday, December 8A força da nossa voz!

ATUAL EC – Análise dos principais jogos da 1° rodada da fase de grupos da Liga dos Campeões

Olá pessoal, uma excelente noite a todos. Eu novamente aqui para movimentar a coluna do nosso programa e trazer para vocês a minha opinião com análise e criticas, sobre esta primeira rodada dos grupos da champions. Simbora negada:

Young Boys 2×1 Manchester United: esse foi um joguinho que quebrou a aposta de muito nego aí (para aqueles que gostam do velho bets), mas tivemos uma partida em que mesmo com a equipe inglesa antes de perder o lateral Wanbissaka expulso de campo, era um jogo em que o adversário suíço (tecnicamente mais fraco) controlava bem as ações, inclusive com mais finalizações a gol do que o United. Só que o time de Manchester agora tem CRISTIANO RONALDO de volta e definitivamente o cara tem estrela e não desperdiça muitas oportunidades. Foi dele o gol inicial do jogo, aonde de certa forma pode dar tranquilidade ao United, pelo menos para abafar um pouco os donos da casa. Mas após um erro grave do Wanbissaka que chegou atrasado para uma disputa de bola, o castigo foi fatal e o jogador foi para o chuveiro mais cedo de forma justa. Isso fez com que o time mandante assumisse o controle total do jogo e coube ao técnico Solskaer fazer algo para pelo menos garantir o placar de 1×0. Vimos que no segundo tempo isso não foi possível, pois a equipe do Young Boys não só empatou a partida, como nos últimos minutos conseguiu a virada. Jesse Lingard, um jovem jogador inglês, de volta ao United após passagem por empréstimo pelo West Ham, teve a infelicidade de entregar a paçoca para o último gol do jogo. Vale lembrar que Lingard entrou no jogo em alteração feita pelo treinador, que ao mesmo tempo sacou Cristiano Ronaldo, o que levou a uma enxurrada de críticas ao Solskaer. O United terá a chance de se recuperar no próximo dia 29, pela 2° rodada da fase de grupos, aonde jogando em Old Trafford recebe o Villarreal.

Chelsea 1×0 Zenit: se enganou aqueles no qual estavam pensando que o atual campeão da Champions teria vida fácil em sua estreia. O time comandado por Tomas Tuchel passou por dificuldades para vencer a fechadinha equipe Russa, que durante os 90 minutos apostou em contra ataques puxados principalmente pelo brasileiro Claudinho, que em 2020 foi eleito craque do Brasileirão jogando pelo Red Bull Bragantino. Mas no segundo tempo o favoritismo veio a tona com a principal contratação dos blues para a temporada, o belga Romelu Lukaku (dizem que parece com um tal de Donizete da Varjota). Após levantamento de Azpilicueta para a área, ele testou de cabeça no cantinho e ficou nisso. 3 pontos para a equipe de Londres, que divide a liderança do grupo com a Juventus, que fora de casa bateu o Malmö da Suécia, pelo placar de 3×0.

Barcelona 0x3 Bayern de Munique: Ao meu ver nada de surpreendente neste confronto. aonde vimos um Barcelona ainda em construção depois de perder Lionel Messi e outros jogadores importantes, demonstrando até vontade em encarar a equipe alemã de igual para igual, porém pecando muito em suas próprias limitações: time desorganizado, jogadores abaixo do nível técnico e literalmente perdidos em campo, o que permitiu ao Bayern construir o placar aos poucos e sair com mais uma vitória pra cima do Barça em partidas de liga dos campeões. A equipe espanhola irá para a 2° rodada jogar em Portugal contra o Benfica, enquanto o gigante da Baviera recebe o Dinamo Kiev.

Liverpool 3×2 Milan: O gigante italiano 7 vezes campeão do torneio volta a disputa-lo justamente depois de incríveis 7 anos de ausência, encarando de cara a equipe do Liverpool: 6 vezes campeão da Champions e que ao lado do Milan protagonizaram duas grandes decisões em 2005 e 2007. Foi um jogo intenso com viradas e reviradas por ambas as equipes, com direito a pênalti perdido por Salah e uma chuva de gols. Os mandantes começaram o jogo de forma avassaladora, com muitas finalizações a gol e um time do Milan pouco criativo, porém o futebol muda muito rápido e o Milan achou 2 gols em 3 minutos, conseguindo assim virar a partida no primeiro tempo. Porém na segunda etapa, Salah voltou a aparecer para empatar o jogo desta vez e coube a Henderson virar a partida. Um grande jogo, onde valeu o ingresso daqueles que compraram e foram ao estádio.

Clube Brugge 1×1 PSG: O post é sobre os principais jogos que aconteceram, o que não foi o caso deste. O time do badalado trio MNM (Messi, Neymar e Mbappé) apenas empatou com a bem armada equipe da Bélgica e agora eles que lutem para mudar essa situação, visto que na próxima rodada é PSG x Manchester City: vai pegar fogo meus amigos!

Falando em Manchester City, encerro esta amaigação descrevendo um pouco de como foi a esmagadora vitória pelo placar de 6×3 sobre a equipe do RB Leipzig: Primeiramente, o placar foi aberto ainda no começo do jogo. O gol de cabeça do zagueiro Aké evidenciou a superioridade do time de Manchester. O setor de meio campo liderado por Rodri, Kevin de Bruyne e Bernardo Silva liquidou qualquer chance de segurança defensiva por parte da defesa do Leipzig. Após uma grande tabela com muita paciência, Nkuku finalizou com tranquilidade para o fundo do gol de Ederson. Assim, no último lance do primeiro tempo, o zagueiro Klostermann cometeu pênalti após colocar a mão na bola. Riyad Mahrez cobrou e marcou para o City. Em suma, o final do primeiro tempo acabou em 3 x 1 para o time da casa. Assim, o Manchester City pareceu controlar de vez a partida, porém aos 28 minutos da segunda etapa, Nkunku marcou novamente, chegando a seu hat-trick, e deixou a equipe alemã com esperança de surpreender fora de casa. Por outro lado, os Citizens levaram apenas dois minutos para ampliar novamente o marcador. O lateral João Cancelo marcou um belo gol da entrada da área deixando o jogo em 5 a 3.

Por fim, depois de um bate e rebate após cobrança de escanteio, a bola ainda sobrou na pequena área para Gabriel Jesus, que mandou pro fundo das redes e fechou o caixão adversário.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *