Wednesday, December 8A força da nossa voz!

ATUAL EC: Será que teremos outro Brasileirão aonde ninguém vai querer ganhar?

Olá amigos, como é que estão essa força? Finalmente o campeonato brasileiro voltou a rolar aos meios de semana. Já estávamos com saudade de descer o aço em certos clubes e seus desempenhos em algumas rodadas, porém aqui estamos novamente para adiantar que no programa de sexta estaremos repercutindo melhor sobre esse tema.

Estamos na rodada 24 e presenciando uma briga imensa nas primeiras colocações da tabela. O Atlético Mineiro, mesmo com o tropeço diante da pobre Chapecoense, segue firme na ponta, com 50 pontos. Hoje podemos dizer que se nenhum dos clubes considerados maiores e mais favoritos quiserem, até o Fortaleza está ali para beliscar o caneco, o que seria algo mais do que inédito e principalmente se tratando de uma equipe cearense.

Porém, seguindo com a classificação até o presente momento e com 1 partida para fechar a rodada, se encontra da seguinte maneira: 2° FLAMENGO (39 pts) – 3° PALMEIRAS (39 pts) – 4° FORTALEZA (39 pts) – 5° CORINTHIANS (37). Respeitem o Timão, que poderia até estar sonhando mais se não vivesse de empates e empates.

Mas o intuito do post é reparar uma semelhança que inclusive passou por nós torcedores no campeonato do ano passado, onde por conta da pandemia teve o seu fim já no início de 2021, com o Flamengo se sagrando campeão em disputa com o Internacional até a última rodada. Emoção ou Agonia? E aí, torcedor, prefere ganhar com sobras ou passar por toda essa peleja até o fim? Esta temporada já avança para mais da sua metade e com as impressões que tínhamos antes, seria de que o galo, com a vantagem construída e expectativas sobre o elenco montado, poderia mantê-la ou até mesmo ampliar, como fez o Flamengo de Jorge Jesus (por exemplo), em 2019.

E aí os tropeços do Atlético MG, Palmeiras e Flamengo não passaram despercebidos nas redes sociais na noite de hoje. O trio, que ocupa as três primeiras posições do Campeonato Brasileiro, não venceu nesta rodada e rendeu aquela velha piada de torcedores na web que vimos muito ano passado. “E lá vamos nós de novo”. Ninguém quer ganhar esse Brasileirão”, brincaram os torcedores.

Como já informado, o galo tropeçou e ficou no empate em 2×2 frente a Chape, com desempenho muito abaixo do seu sistema defensivo e diversas críticas da galera a Hulk e Nacho Fernandez, os principais jogadores da equipe. É verdade que deve ser levado em conta a ausência de atletas por conta da data FIFA e jogos das eliminatórias. Foram desfalques por convocação na equipe mineira: Guilherme Arana, Júnior Alonso e Savarino, porém nessas horas eu me pergunto: Não deveria aparecer agora a força do elenco?

Mesma coisa do Flamengo. Esse é que vem “sofrendo” e gerando uma certa discussão na internet acerca de ser o mais prejudicado ou não, o que faz alimentar principalmente um certo “mimimi” do técnico Renato Portaluppi, atual comandante rubro negro. O Fla saiu na frente do Red Bull Bragantino, na cidade de Bragança Paulista, aonde viu no 2° tempo os donos da casa empatar o jogo e mais uma vez sair sem vencer a equipe paulista em uma partida de Brasileirão (ô timezim chato esse). Atualmente são 4 desfalques por conta das eliminatórias (Gabigol, Everton Ribeiro, Isla e Arrascaeta) e alguns no departamento médico, no qual Renato acusa o calendário apertado e a maratona de jogos serem os principais responsáveis. É verdade que antes, pelo menos os jogos do campeonato Brasileiro eram paralisados durante a data FIFA, coisa que não acontece mais.

“Falar que as outras equipes foram prejudicadas é demais. O único prejudicado na história é o Flamengo. Se eu estivesse no lugar do Atlético, também ia querer disputar o campeonato. Tinha que ser cumpridas as datas. A gente não tem tempo nem para dormir direito, vivemos em hotel e avião. Mas o campeonato não parou. Tem equipes que jogam uma, duas vezes por semana. O Flamengo joga três. Jogadores mal tem tempo de ver suas famílias. Depois tenho que ouvir que não queremos ganhar. Cá para nós, o Brasileiro anda bem bagunçadinho.” Mas o desabafo deste senhor não é o foco desta postagem. Seguimos!

Por fim, temos o Palmeiras, a única equipe da história que consegue fazer em pouco tempo o seu treinador passar a ser “O CARA”, “ESTRATEGISTA”, para no dia seguinte ser apenas um “ZÉ RUELA” “FROUXO”. Na noite desta quarta, o Verdão viu a sua vitória escapar diante do América Mineiro, no estádio Independência, com Rony rústico abrindo o placar para os visitantes. Até este momento, o Palmeiras se encontrava como 2° colocado isolado, devido aos outros resultados, porém em uma segunda etapa realmente frouxa, a equipe deixou os mineiros virarem pra 2×1 e a partir daí, a casa também caiu.

Encerro o post complementando que muita coisa ainda pode acontecer, desde o galo voltar a embalar e disparar novamente na classificação, deixando os demais para trás, ou, então quem sabe, o Corinthians chegar a vice-liderança e brigar com o Atlético. É o sonho da Fiel. Porém este é o Campeonato Brasileiro da série A, sempre rendendo emoção e raiva ao mesmo tempo para nós torcedores. Vamos até o fim e veremos a brincadeira de quem irá jogar o título para o outro (assim como foi em 2020), esta é a minha previsão.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *