Wednesday, December 8A força da nossa voz!

BRUNO SIEBRA – Chega o RAIO na tempestade de insegurança pública

Pregar salvadores da pátria é estratégia política que pega o brasileiro em uma de suas fraquezas: a ignorância que leva ao fanatismo inocente e maniqueísta. Várzea Alegre não é diferente quando aposta todas as suas fichas no BP RAIO como solução mágica para o caos em que a segurança pública da cidade se encontra.

Seja pela falta de vontade política do gestor em criar políticas públicas que ajam na raiz do problema da segurança pública ou mesmo na estratégia de tirar o corpo fora, afirmando junto com seu séquito que segurança é competência do Governo do Estado; nesta inércia Várzea Alegre mergulhou num poço de domínio do poder paralelo das facções (as não partidárias, menos perigosas e menos perseguidoras até) e da criminalidade galopante, numa sensação de insegurança que ronda o cidadão comum. Digo comum, porque o babão é obrigado a mascarar até mesmo este sentimento.

Mas que não se engane o povo, o RAIO não conseguirá solucionar o problema da insegurança por completo, pois sua ação é na ponta final do processo, com o crime já consolidado. É preciso que haja também divisões de inteligência preventiva e investigativa, são necessárias políticas púbicas proativas voltadas à raiz do processo: a falta de perspectiva e a sobra de atrativos que o crime tem oferecido aos nossos jovens em detrimento de outros caminhos mais saudáveis.

Não adianta ficar esperando as baratas e comprar o melhor sapato para pisá-las, ou mesmo o melhor inseticida para matá-las, é preciso vasculhar o lixo acumulado e os focos que as têm atraído em primeiro lugar, o processo pode ser até mais demorado e complexo, mas os frutos são mais longevos e concretos.

Quem sejam bem-vindos os policiais do BR RAIO, que façam um trabalho esmerado no combate ao crime, o povo está com medo e precisa de respostas pontuais, mas também de ações que nos tragam de novo a sensação de liberdade de ir e vir. Já é um ótimo começo, uma vez que pra nos livrarmos mesmo de todos os criminosos, há que nos visitar também a Polícia Federal…

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *